segunda-feira, 19 de março de 2012

Primavera no Alentejo



Este domingo, o sol brilhava e as temperaturas continuavam amenas para a época. 
Aproveitei para ir dar um passeio. O acaso levou-me até  uma barragem. No ar, já cheirava a Primavera. Claro que sim. A primavera tem cheiro, a hortelã da ribeira, às mimosas e às estevas a serpentear pelas estradas e caminhos, ao poejo a brotar junto às margens das barragens, ao rosmaninho e alecrim.
Comecei a caminhar junto à água. Depois de uns momentos, parei, e sentei-me encostada a um sobreiro. Pus-me a olhar e a ouvir tudo melhor à minha volta. Apesar da seca que tem assolado o campo, as flores baloiçavam cadenciadamente ao vento. 















Uma águia voava no céu. 
Ao longe, ouvi o grasnar dos patos bravos e os achigãs a saltitarem do espelho da água da barragem, enquanto que por todo o lado as lagartas cavalgavam suavemente pelas plantas desafiando a lei da gravidade. 












De repente, uma lebre saiu disparatada da sua toca e fugiu pelo campo fora assustando um bando de perdizes que levantaram voo. 







Nesta aparente tranquilidade da planície alentejana descobri que a natureza na Primavera está mais viva do que nunca.
Nesse momento, comecei a prestar mais atenção e a contemplar a beleza de tudo o que me rodeava. É nestes pequenos momentos, quando deixamos de ver para começar a olhar, que nos sentimos mais próximos da Natureza. Olhar para o interior dos seres através dos nossos olhos, mas também da nossa cabeça e do nosso coração, afasta-nos do rebuliço da nossa vida agitada, tomamos conhecimento de que algo existe, e conseguimos sentir-nos pertencer a este mundo reencontrando-nos a nos próprios. 

Por isso mesmo, ao preservar a Natureza estamos a preservar-nos a nós próprios, pois não é a Natureza que precisa de nós mas sim nós que precisamos dela. 
Por isso, sempre que vier ao Alentejo, não se esqueça: pare, escute e olhe com atenção. A Natureza é simplesmente maravilhosa e tem poderosos poderes curativos.   

Não acredita? Quer uma prova? Então, venha daí descontrair um pouco.Convido-o a assistir a um belo espectáculo musical: Concerto de rãs, acompanhado pelo chilrar dos pássaros e o grasnar das galinhas de água doce, num fim de tarde à beira de uma barragem no Alentejo.



Durante estes pequenos minutos, não se sentiu melhor? Ora, cá está. 
E já que falei em coelho, continue a deliciar-se com esta saborosa receita que vem mesmo a calhar: 

COELHO COM NABOS

Ingredientes:  
1 coelho (se for bravo ainda é mais saboroso)
4 nabos cortados às rodelas
3 cebolas médias cortadas às rodelas
Vinho branco
Azeite
dentes de alho
3 folhas de louro
Salsa
2 piripiris
Pimenta preta
Sal q.b

De véspera, corte o coelho em pedaços, e coloque numa travessa, com vinho branco, vinagre, dentes de alho cortados, 2 folhas de louro, sal e pimenta. Misture bem. Deixe marinar de um dia para o outro ou algumas horas, mexendo uma ou duas vezes.





Num tacho pôr azeite, 4 dentes de alho, 1 folha de louro, e cobrir o fundo do tacho com uma camada de cebolas cortadas às rodelas. Por cima colocar uma camada de nabos cortados também às rodelas, seguida de uma camada de carne de coelho. E repetir as camadas, cebolas, nabos, coelho, acabando sempre com o nabo. Por cima de tudo, pôr a salsa, sal, deitar o vinho branco. Deixar cozer em lume brando. Quando o nabo estiver cozido, o coelho também estará (+/- 40 a 45 minutos). Se quiser pode acrescentar um pouco de alecrim à cozedura, mas se quiser que os alimentos conservem o seu verdadeiro sabor, então não acrescente nada. De qualquer forma, fica saboroso.


Et voilà!



Bom apetite! E viva a Primavera no Alentejo!

2 comentários:

  1. Alentejo o meu encanto

    ResponderEliminar
  2. As a separate matter, abroad gaming enterprise operators and not using a|with no} local entity will not have a tax identification quantity in Korea. As talked about in 4.4 Availability of Licences, it's usually recommended for abroad gaming enterprise operators to ascertain 클레오카지노 a local entity because of|as a end result of}, in follow, it's troublesome for them to obtain certain licences. The Korean Criminal Code prohibits all forms of playing and lotteries, and their enterprise operations, aside from certain types of permissible betting activities pursuant to separate legal provisions. Therefore, a recreation with playing content could also be} punishable beneath the Korean Criminal Code as a form of playing.

    ResponderEliminar